O nosso site utiliza cookies
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade e Cookies
O impacto do câmbio no cenário brasileiro

O impacto do câmbio no cenário brasileiro

A valorização do dólar pode beneficiar setores exportadores que vendem seus produtos em moeda estrangeira. Visto que, se as despesas das empresas no Brasil são em real e a venda dos produtos é feita em dólar, elas acabam tendo uma maior margem de lucro. A lógica é simples: ganha mais quem recebe pagamentos em dólar, e perde quem tem custos a pagar na moeda americana.

O desempenho fraco da economia brasileira funciona como um “desacelerador” do repasse da alta do câmbio para os preços ao consumidor. O repasse da indústria é feito aos lojistas, mas se estes aumentarem muito os preços, podem acabar com produtos encalhados nas prateleiras. 

Em contrapartida, a população sente os impactos da alta da inflação em despesas básicas como aumento na conta de água, luz e na alimentação. Sendo assim, não sobra tanto no final do mês para gastar com o setor de varejo. Inevitavelmente a maioria sente a alta nos preços e perde um pouco o poder de compra. 

Câmbio e os investimentos

Além de influenciar a economia como um todo, a variação da taxa de câmbio gera impactos também nos investimentos, interferindo mais em algumas modalidades de aplicações. Quando a inflação está em alta, o preço do dólar sobe e as aplicações de Renda Fixa, por exemplo, apesar de renderem menos, acabam se tornando uma opção mais viável. 

Os fundos cambiais são diretamente impactados pela oscilação da taxa de câmbio. Na maioria das vezes, a queda da taxa faz com que as ações de empresas brasileiras sejam valorizadas. Porém, companhias com grande volume de exportações podem ser impactadas negativamente com a queda da taxa de câmbio, de modo a ter lucros menores.

Já para o mercado de ações, na maioria das vezes, a alta da taxa cambial, especificamente do dólar, faz com que as ações de empresas brasileiras sejam desvalorizadas. Porém, como citamos anteriormente, empresas com grande volume de exportações podem ser impactadas positivamente com a alta da taxa de câmbio, de modo a terem lucros mais expressivos, enquanto as empresas importadoras apresentam desvantagens nesse cenário.

A Zebra é uma fintech que utiliza a  tecnologia para desburocratizar e agilizar todo o processo de envio e recebimento de remessas internacionais. Oferecemos serviços de câmbio de maneira ágil e transparente, sem fazer distinção entre pequenos, médios e grandes negócios. 

Se você precisa realizar transações comerciais em moeda estrangeira, você pode confiar na Zebra e cadastrar a sua empresa com apenas dois documentos, para começar, clique aqui