O nosso site utiliza cookies
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade e Cookies
O que é a Basileia?

O que é a Basileia?

Entre os termos bancários, um que escutamos pouco no dia a dia é a Basileia, mas ele é muito comum entre as instituições bancarias que obrigatoriamente atuam debaixo do guarda-chuva do Banco Central e explicaremos o motivo.

O Banco Central do Brasil (BCB), como membro do Comitê da Basileia desde 2009, busca assegurar que a convergência da regulação financeira brasileira para as recomendações do Comitê de Basileia considere as condições estruturais da economia brasileira.

Algumas das regulamentações importantes, tem haver com o último dia do mês/ano, momento em que as instituições devem reportar as suas movimentações, exatamente seguindo as leis e requerimentos do acordo da Basileia.

​Onde fica a Basileia?

Basileia, Basel, é a terceira maior cidade da Suíça é a sede do banco de compensações Internacionais, e por isso, o acordo que normalização de todos os Bancos centrais do mundo.

O Comitê de Basileia – criado em 1974 no âmbito do Banco de Compensações Internacionais (Bank for International Settlements – BIS) tem por objetivo reforçar a regulação, a supervisão e as melhores práticas bancárias para a promoção da estabilidade financeira.

Fórum

O fórum internacional é composto por 45 autoridades monetárias e supervisoras de 28 jurisdições. As recomendações do Comitê de Basileia visam harmonização da regulação prudencial adotadas pelos seus membros, seguindo três pilares:

  1.  Critérios para o cálculo dos requerimentos mínimos de capital (riscos de crédito, mercado e operacional);
  2. Princípios de supervisão para a revisão de processos internos de avaliação da adequação de capital, de forma a incentivar a aplicação, pelos próprios supervisionados, de melhores práticas de gerenciamento de riscos por meio do seu monitoramento e mitigação.
  3. Incentivo à disciplina de mercado por meio de requerimentos de divulgação ampla de informações relacionadas aos riscos assumidos pelas instituições.

Basileia Hoje:

Divulgado pelo Comitê de Basileia a partir de 2010, as recomendações têm como objetivo o fortalecimento da capacidade de as instituições financeiras absorverem choques provenientes do próprio sistema financeiro ou dos demais setores da economia, reduzindo o risco de propagação de crises financeiras para a economia real, bem como eventual efeito dominó no sistema financeiro em virtude de seu agravamento, como aconteceu em 2008.

Foram promovidas as principais Inovações nos últimos anos:

  • Elevações da Qualidade e quantidade de capital regulatório;
  • Aperfeiçoamento dos fatores para a ponderação de ativos pelo risco.
  • Introdução dos buffers (colchões) de capital para conservação e contracíclico.
  • Novos requerimentos de liquidez e alavancagem
  • Requisitos prudenciais para as instituições sistêmicas

Depois dessa explicação, vai ter muito assunto para falar quando mencionarem a Basileia, não?


Zebra é uma fintech que utiliza a  tecnologia para desburocratizar e agilizar todo o processo de envio e recebimento de remessas internacionais. Oferecemos serviços de câmbio de maneira ágil e transparente, sem fazer distinção entre pequenos, médios e grandes negócios.

Se você precisa realizar transações comerciais em moeda estrangeira, você pode confiar na Zebra e cadastrar a sua empresa com apenas dois documentos, para começar, clique aqui.

Fonte:Banco Central do Brasil